Direito de ser deixada em paz!

Ao julgar um caso em Luziânia/GO, o juiz entendeu que a mulher tem o direito de ser deixada em paz pelo ex-companheiro, o proibindo de manter contato com ela, seus familiares e seu atual namorado. O juiz entendeu que a conduta do homem configurava “stalking”, ou seja, o homem praticava uma forma de violência, invadindo […]

TJ-MG condena pai a pagar ao filho indenização de quase R$ 50 mil reais por abandono afetivo.

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou um pai a pagar indenização de 50 salários mínimos (R$ 49.900,00) a um filho de uma relação extraconjugal por abandono afetivo. O filho, representado por sua mãe no processo, pleiteou indenização por danos morais alegando que o pai somente reconheceu a paternidade depois de um demorado processo […]

Divórcio imediato em casos de violência doméstica

A Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que prevê a possibilidade de as vítimas de violência doméstica solicitarem a decretação imediata de divórcio ou rompimento da união estável com o agressor. Ao atender a vítima, a polícia já deverá informar dessa possibilidade. Além disso, o juiz poderá decidir o divórcio sem tratar da partilha […]

DIREITOS DAS MULHERES

O escritório está mudando. De maneira pioneira no Estado, o Escritório, a partir de agora, passa a atender os Direitos das Mulheres de forma ampla, atuando nas mais diversas áreas.Sempre sonhei em fazer advocacia com propósito. Ao longo dos anos percebi que o Direito, muitas vezes, não é justo e que as mulheres sofrem também no […]

LEI MARIA DA PENHA E O RESSARCIMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou, no ano passado, o Projeto de Lei 290/15. Este projeto prevê que a sentença que condenar o agressor com base na Lei Maria da Penha vai servir para que o INSS cobre dele eventuais benefícios previdenciários pagos para a vítima de forma direta. […]